Co-branding: como encontrar uma parceria positiva para a sua marca?

|

Fazer parceria com uma ou mais empresas, uma ação conhecida como co-branding, é uma estratégia de marketing que pode aumentar o reconhecimento e apoiar o posicionamento de uma marca. Esta união pode trazer benefícios, bem como: ganhos financeiros, melhoria da imagem das empresas envolvidas, expansão do market share e até penetração em um novo mercado. Mas, antes de decidir se essa é uma boa estratégia para a sua marca, é importante entender melhor o assunto. Portanto, preparamos esse artigo com tudo o que você precisa saber sobre esse tema e separamos alguns exemplos de ações de co-marketing para te inspirar a surfar nessa onda.

Co-branding ou co-marketing?

O conjunto das ações de marketing desenvolvidas em parceria entre duas ou mais marcas é chamado de co-marketing, posto que o co-branding é uma delas.

Existem diversas iniciativas de marketing que podem ser produzidas de forma colaborativa entre diferentes empresas. Uma delas envolve a criação de um novo produto, por exemplo, o caso da sobremesa Mini Burrito Kit Kat, resultado da parceria de co-branding entre a marca de chocolate da Nestlé e a rede de fast-food Taco Bell. Também podem ser desenvolvidas ações pontuais de co-marketing, ou seja, quando a Samsung e a HBO se uniram para lançar o Galaxy Tab S3, em 2017.

Essas ações são vantajosas quando beneficiam as estratégias individuais das marcas envolvidas. Mas, é muito importante entender que, em um cenário de co-branding, o público estará interessado em ver o que as diferentes marcas têm em comum e não nos objetivos exclusivos de cada marca. 

Por que esse tipo de parceria estratégica pode interessar à sua empresa?

Atualmente, vivemos um momento de incertezas no mundo dos negócios, por consequência da pandemia de Coronavírus, que atinge a economia mundial. Por isso, as empresas estão buscando formas para se reinventar e conseguir manter o pagamento dos salários. Assim sendo, na busca de soluções, aquele que antes era visto como um concorrente, hoje, pode se tornar um parceiro, e ainda trazer novas possibilidades para o seu negócio, como:

  • Redução de custos – já que o investimento pode ser dividido entre as empresas
  • Ampliação do reconhecimento das marcas no mercado
  • Aumento dos lucros

Portanto, a estratégia de parcerias pode trazer muitos benefícios para as empresas envolvidas, já que o investimento e o trabalho deverão ser divididos, enquanto os resultados poderão ser multiplicados. Contudo, é claro que, todas as decisões devem ser ponderadas e alguns cuidados devem ser tomados, para evitar que essa união se torne negativa para a imagem da sua empresa.

Os cuidados que devem ser tomados antes de firmar uma parceria de co-branding ou co-marketing

Em primeiro lugar, é importante fazer uma análise minuciosa a respeito da marca – ou das marcas – com que a sua empresa irá se unir. Assim como uma entrevista para um candidato que será selecionado para uma vaga de emprego, deve-se procurar saber mais sobre as experiências anteriores, as habilidades e os benefícios dessa possível contratação. Quer saber como encontrar o parceiro ideal para a sua marca? Siga o nosso passo a passo!

1 – Encontre uma marca que complemente a sua

Procure por empresas que tenham um produto ou serviço que seja complementar ao que você oferece. Por exemplo, uma academia pode se tornar parceira de uma marca de alimentos saudáveis. Dessa forma, as marcas envolvidas unem forças para potencializar suas vendas, evitando a necessidade de alianças com empresas concorrentes.

2 – Avalie missão, visão e valores da marca

A parceria deve fazer sentido, por isso, analise se a empresa candidata para essa união tem missão, visão e valores condizentes com a sua marca. Uma vez que, o seu público pode ficar confuso, ou até duvidar da sua integridade, caso essa aliança seja feita com uma empresa com valores diferentes dos que você oferece para seus clientes e colaboradores.

3 – Analise o público da marca

Bem como dissemos acima, o objetivo dessa parceria é aumentar o alcance da sua marca. Por isso, analise se a clientela da empresa candidata é condizente com o público-alvo que você deseja atingir.

4 – Avalie a força da empresa parceira

Uma parceria com uma marca muito mais forte do que a sua, pode ser uma má ideia, uma vez que pode elevar o investimento e criar planos inatingíveis. Assim como, se aliar com uma empresa que não tenha a mesma força de mercado que a sua, pode trazer prejuízos financeiros e danos à imagem da sua empresa.

Já demonstramos o quanto uma parceria pode ser positiva para a sua marca, principalmente para o momento atual, em que a estabilidade de muitas empresas está em xeque. Por isso, escolhemos alguns exemplos de parcerias de sucesso firmadas por grandes marcas para você se inspirar.

Grandes marcas dão exemplos de parcerias de co-branding e co-marketing

#distânciasalva

Um grupo de publicitários lançou uma campanha nas redes sociais para promover medidas de contenção da proliferação da Covid-19. Em síntese, além de uma conta no instagram, também foi criada uma thread – ou linha de discussão – no Twitter, que uniu marcas como: 99, Hershey’s, Itaú Cultural, Rappi, Havaianas, Youse, Isobar, Pros, In Press Porter Novelli, Endemol Shine e OLX.

Raízen

A produtora de açúcar e etanol se aliou com a Natura e a Ypê para envasar álcool 70% e, posteriormente, distribuir em postos de combustíveis, com o intuito de auxiliar e conscientizar caminhoneiros sobre o Coronavírus. Além da distribuição de álcool em gel, juntamente com a CCR, concessionária que administra parte das estradas do país, também foram disponibilizadas vacinas contra H1N1, medição de temperatura e orientações sobre a COVID-19.

#nãodemita

C&A, Natura, Magazine Luiza, Grupo Boticário, Alpargatas, BRF, JBS, Itaú, Santander e outras 32 empresas lideraram a iniciativa #NaoDemita, um manifesto que pede que as companhias que puderem, evitem demissões em massa por conta do Coronavírus nos próximos dois meses.

Google e Apple

As duas empresas gigantes de tecnologia se uniram na criação de uma API, que utilizará sinais de bluetooth para notificar quem esteve em contato com pessoas contaminadas pelo Coronavírus. Salvo que, para isso, o usuário deve baixar o aplicativo e permitir o compartilhamento de alertas.

Bradesco, Itaú e Santander

Os três maiores bancos privados do país se uniram em uma campanha com a finalidade de que pequenas empresas arquem com os salários de seus funcionários por dois meses. Juntamente com o Tesouro e o Banco Central, em resumo, foram disponibilizados financiamentos em até três anos e juros 80% menores do que os praticados no mercado para pessoas jurídicas com faturamento inferior a 10 milhões ao ano.

Por fim, a estratégia de parceria com uma ou mais empresas pode dar certo, desde que seja amplamente analisada, planejada e desenvolvida com marcas que possuem ideais condizentes ao seu negócio. A Bring Marketing House, uma empresa que está apta a se tornar a extensão do seu marketing, pode te ajudar a encontrar marcas parceiras, para planejar e executar estratégias que irão aumentar o seu lucro e, ao mesmo tempo, elevar o alcance e o reconhecimento da sua marca. Quer saber como transformar a sua próxima parceria em uma estratégia de sucesso? Fale com a gente!

Dúvidas ou sugestões sobre esse artigo? Escreve um comentário para a nossa equipe. 😊

Posts relacionados