Estratégia para aumentar a percepção de marca: celebridades no comando!

|

Você sabe o que é percepção de marca? Em síntese, esse conceito explica toda a experiência que um consumidor tem quando entra em contato com uma empresa. Ou seja, desde o branding, composto pelo nome e identidade visual, por exemplo, até experiências sensoriais, como sons, aromas etc. Para aumentar essa percepção, algumas marcas estão adotando uma estratégia inusitada: colocar celebridades em cargos executivos dentro da companhia.

Neste artigo, vamos explicar os motivos que levam essas empresas a adotarem essa estratégia. Além disso, vamos citar alguns exemplos de famosos no comando de grandes marcas. Então, continue a leitura!

Como as celebridades podem contribuir para aumentar a percepção das marcas

Primeiramente, para conquistar o coração dos consumidores e aumentar a percepção de marca, é necessário conhecer bem o público. Dessa forma, a marca consegue criar conteúdo, desenvolver produtos e entregar soluções mais próximas da realidade das pessoas. Logo, a experiência do consumidor com a marca tende a ser mais positiva. Bem como, a empresa consegue criar maior conexão com esse público e ganhar sua confiança. Nesse sentido, muitas marcas estão apostando nessa proximidade e no poder de influência de celebridades para atingir em cheio o seu público. Em seguida, entenda como essa estratégia contribui para o aumento da percepção de marcas.

Proximidade com o público auxilia no aumento da percepção de marca

Atualmente, cada vez menos o público quer ser interrompido por publicidade. A preferência, no entanto, está no consumo de conteúdo autêntico. E, para as marcas, essa parceria com famosos influenciadores representa uma forma inteligente de atrair a atenção e manter uma comunicação ativa e próxima com seus consumidores.

Um exemplo dessa estratégia aplicada na prática é a parceria entre a gigante das bebidas, Diageo, e Manu Gavassi. A ex-BBB foi contratada pela empresa para atuar como head de conteúdo da marca de gim Tanqueray. Devido à sua proximidade com o público, e também à sua habilidade com conteúdo digital, a cantora criou conteúdos sem script algum. Consequentemente, ela conseguiu posicionar a marca no top 5 dos rótulos mais comercializados pela empresa no Brasil.

Influência no consumo

Certamente, o número de seguidores das celebridades é um fator importante nessa estratégia. Apesar de não ser o único critério de avaliação para a parceria, quanto mais seguidores, maior é seu poder de influência. Portanto, investir em pessoas públicas com poder de fogo para influenciar um grande número de consumidores tende a trazer resultado para as marcas.

Ainda no segmento de bebidas alcoólicas, podemos citar o exemplo do whisky Haig Club. No ano passado, a empresa nomeou David Beckham como embaixador e cocriador da marca Aviation American Gin. Atualmente, o ex-jogador de futebol tem 67,5 milhões de seguidores no Instagram!     

Melhora na experiência e aumento da percepção de marca

Como comentamos anteriormente, a percepção de marca está atrelada à experiência de consumo e uso de seus produtos ou serviços. Por isso, a colaboração com celebridades que têm o match perfeito com o público da marca contribui para construir uma experiência positiva. Além de não interromper o consumidor com publicidade direta, o conteúdo genuíno produzido pelos influenciadores aproxima o público da marca. Além disso, os produtos ou serviços criados a partir do conhecimento que essas pessoas têm de seus seguidores tendem a ter uma aceitação maior.

Este é o caso, por exemplo, da parceria entre a cantora pop Anitta e a Ambev. A artista atua como head de criatividade e inovação para a marca Skol Beats desde outubro de 2019. Segundo a revista Exame, o lançamento da Skol Beats Zodiac, idealizada por Anitta, trouxe quase 40 mil potenciais clientes para a marca em apenas um ano!  

Exemplos de parcerias entre celebridades e marcas famosas

Quem nunca ouviu falar sobre a sociedade da Xuxa Meneghel com a franquia de depilação Espaço Laser que atire a primeira pedra. Além da apresentadora, Claudia Leitte também se associou a uma empresa do segmento de beleza. Porém, no caso da cantora a empresa escolhida para a parceria atua no segmento de bens de consumo. Atualmente, ela é Chief Communications Officer (CCO) da Vênus, empresa do grupo Tarek Farahat, ex- P&G. Como resultado dessa colab, Claudinha encabeçou o desenvolvimento da primeira linha vegana de cuidados pessoais da marca Yourself.

Mas, nem só de beleza é que entendem as celebridades. Muitos famosos andam demonstrando seus potenciais criativos em empresas do ramo da moda, em instituições financeiras e até farmacêutica! Confira, a seguir, os exemplos de celebridades em cargos executivos de grandes marcas brasileiras:

Anitta + Nubank

Se você está antenado no mundo digital deve ter acompanhado a repercussão da nomeação de Anitta como membro do Conselho de Administração do Nubank. Já que esse assunto bombou nas mídias sociais! Algumas pessoas receberam a notícia de braços abertos, considerando a ação do banco inovadora e inteligente. Por outro lado, teve gente que interpretou a decisão da empresa como “um grande erro”. O fato é que, apesar de não ter uma formação acadêmica em gestão financeira, a artista tem capacidade técnica de sobra no quesito influência. Além dos seus 55 milhões de seguidores no Instagram, a cantora tem trabalhado duro na construção de sua carreira internacional. Assim como o Nubank busca expandir seu negócio pela América Latina – e logo, mundo – afora.

Reprodução: Nubank

Definitivamente, essa parceria tem potencial de trazer resultado para ambas as partes. Essa é a grande sacada de estratégias como o co-branding, a qual já abordamos em outro artigo aqui no blog. Agora, a ideia é que Anitta participe das reuniões trimestrais do board, contribuindo no desenvolvimento de produtos e comunicação da marca. Afinal, a Girl from Rio sabe se conectar com o público e compartilha do mesmo DNA de inovação do Nu. Deu match!  

Iza + Olympikus

Seguindo nos exemplos do mundo da música, vamos analisar a contratação da Iza como diretora criativa da Olympikus. No final do ano passado, a Vulcabras Azaleia decidiu realizar o sonho de infância da carioca de trabalhar com moda. Nomeado “a marca do corre”, esse novo momento da Olympikus contará com roupas adaptadas ao corpo da mulher brasileira. Assinada pela artista, a coleção terá toda a sua grade e modelagem revista, desde o P ao GGG, para atender à diversidade das brasileiras. A ideia surgiu da própria cantora que, assim como muitas mulheres, já sofreu por não encontrar roupas que servissem em seu corpo.

Fica evidente, portanto, que a intenção da Olympikus não é apenas ganhar visibilidade com a imagem da artista, que também é garota propaganda da campanha. Além disso, o objetivo principal com essa parceria é aumentar a percepção de marca. Ao contrário do caso Nubank + Anitta, a Olympikus tem o foco no mercado nacional, o que justifica a escolha por Iza.

Campanha “Acredita no corre”, parceria da cantora Iza com a Olympikus.

Marina Ruy Barbosa + ZZ Mall (Grupo Arezzo&Co)

Pegando o gancho fashion, temos o exemplo da Marina Ruy Barbosa na ZZ Mall. A atriz assumiu o cargo de diretora de moda no marketplace do grupo Arezzo&Co no final do ano passado. Com mais de 38 milhões de seguidores no Instagram e uma marca própria, a Shop Ginger, fruto de uma collab com a Shcutz, a ruiva mostrou que leva jeito para a coisa. Em sua nova função, Marina é responsável pela estratégia de moda, pela curadoria e direção criativa dos conteúdos e pelo direcionamento geral de branding.

“Participar das estratégias de moda de uma empresa inovadora como o ZZ Mall é um grande desafio e estou muito feliz com o convite. A criação e o sucesso da Ginger servirão de base para que eu possa assumir esse papel importante e trazer a minha visão criativa para esse braço estratégico do Grupo Arezzo’’, comenta Marina Ruy Barbosa.    

Marina Ruy Barbosa, diretora de moda da plataforma ZZ Mall.

Miguel Falabella + Hypera Pharma

Fugindo do óbvio, chegamos a mais um exemplo de collab entre celebridades e marcas. A Hypera Pharma escolheu Miguel Falabella para assumir a diretoria criativa da empresa, também no final de 2020. A princípio, o ator, autor e diretor terá que dividir suas atividades com a criação de conteúdo para o Youtube e as redes sociais da farmacêutica. Além disso, os vídeos também estão sendo divulgados para os quase 2,5 milhões de seguidores no Instagram do artista.

“A parceria com a Hypera Pharma tem se provado um desafio estimulante e renovador. Criar uma dramaturgia voltada para a publicidade sem perder o frescor e o interesse é um projeto que tem me fascinado sobremaneira nesses últimos meses. Além disso, o trabalho e a relação com a diretoria da Hypera Pharma têm sido de colaboração e respeito pelo meu trabalho e minha trajetória. Eu não poderia estar mais feliz”, comenta Miguel Falabella ao Propmark.

Campanha “Saber Não Ocupa Espaço”, da Hypera Pharma, por Miguel Falabella

E aí, gostou de saber mais sobre essa estratégia de percepção de marca que se consolidou como tendência em 2020/2021? Por aqui, nós adoramos fazer esse conteúdo! Se você souber de mais algum exemplo de colaboração entre celebridades e marcas famosas, conta pra gente aqui nos comentários! 😉

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts relacionados