Vídeos curtos: saiba por que eles são a tendência do momento

|

Que os vídeos estão dominando o mundo, a gente já sabe, mas existe um tipo de conteúdo em audiovisual que está se destacando ainda mais: os vídeos curtos. Sim, os famosos vídeos rápidos feitos no Tik Tok, no Reels e agora também os Shorts do YouTube estão ganhando cada vez mais espaço e adeptos – e não estamos falando só de quem assiste, mas também de quem produz.

De influenciadores digitais a grandes empresas, os vídeos curtos têm sido cada vez mais usados para atender diferentes demandas. Seja para conseguir mais likes ou para fazer uma venda, esse tipo de estratégia está despertando muito interesse em quem trabalha com conteúdos digitais. Quer descobrir por quê? Então, continue a leitura!

Popularização dos vídeos curtos

Como as pessoas estão passando cada vez mais tempo nos celulares, seja para trabalho ou para entretenimento, os hábitos de visualização também estão se transformando conforme o tempo, as novidades tecnológicas, entre outros. Além disso,  o consumo de vídeos online no Brasil cresceu 165% em 5 anos, todo tipo de estratégia pensada em cima dos conteúdos audiovisuais tende a engajar mais, consequentemente ser a que mais vende.

O Tik Tok

Quando falamos sobre os vídeos curtos, logo pensamos nas redes sociais. O Tik Tok, por exemplo, foi o aplicativo mais baixado no Brasil e no mundo em 2020, segundo dados da SensorTower. Em setembro do mesmo ano, o número de downloads foi de 61,1 milhões. Somente em terras tupiniquins o número chegou a 6,7 milhões, ou seja, mais de 10% do total baixado.

Com diferentes possibilidades de edição, o Tik Tok comporta adição de música, alteração de velocidade, efeitos de realidade aumentada, textos/legendas e até mesmo um temporizador. Com suporte de vídeos de até 1 minuto de duração, o aplicativo também permite que os vídeos sejam salvos com facilidade. Além disso, possibilita que as publicações em outras redes sociais para atingir diferentes públicos. No entanto, vale lembrar que os vídeos produzidos no Tik Tok não são bem aceitos em outras redes sociais, principalmente no Instagram. A concorrente tende a diminuir a relevância da postagem de um conteúdo que não foi produzido nativamente em sua plataforma.

A partir de vídeos curtos em estilo tutorial, ou até mesmo mais descontraídos, é possível chamar atenção do público e apresentar uma novidade, um produto, um serviço, um novo colaborador, entre outras possibilidades.

O Instagram Reels

Em junho de 2020, o Instagram, plataforma que conta com 95 milhões de usuários no Brasil, fez o lançamento do Reels, que se tornou concorrência direta do Tik Tok. A ferramenta do Instagram conta com atualizações, melhorias, novos formatos constantes, além de diferentes tipos de edições, assim como o aplicativo chinês.

Aliás, uma das últimas atualizações tem chamado a atenção: a função Remix. Ela permite a produção de conteúdos com base em vídeos gravados por outras pessoas. A tela fica dividida em duas e cada lado conta com uma versão. A ideia é bem interessante para ser utilizada por empresas que precisam mostrar a diferença entre um produto/serviço e outro, por exemplo.

O YouTube Shorts

Um dos últimos lançamentos aconteceu em junho de 2021. Ele ajudou ainda mais na popularização dos vídeos curtos: foi o YouTube Shorts, que já se expandiu em 23 países, inclusive no Brasil. Os clipes curtos gravados na vertical podem ter conteúdos de 15 até 60 segundos de duração.

Lançado com o intuito de aproveitar o sucesso dos vídeos curtos, o Shorts é exibido na plataforma do YouTube e na página inicial da rede social, onde há uma linha de vídeos sugeridos para visualização. Além disso, também conta com uma aba dedicada somente para os conteúdos curtos, com uma navegação de rolagem infinita, similar ao das outras redes sociais.

A proposta é igual a do Tik Tok e a do Reels nas edições. Além disso, pode ser bem interessante para quem trabalha muito com vídeos para o YouTube, já que se trata da plataforma mais importante para o formato – sejam curtos ou não!

(Imagem: Reprodução/YouTube)

Anúncios para vídeos curtos

Quando falamos sobre marcas e estratégias digitais, não podemos deixar de lado os anúncios, os quais também são fundamentais para os formatos de vídeo. E como os vídeos curtos têm ganhado cada vez mais a atenção do público, o vice-presidente da plataforma de anúncios e negócios do Facebook, Mark Rabkin, fez um destaque importante, no qual fala que as pessoas podem assistir qualquer coisa online, mas elas só darão atenção aos anúncios que realmente forem interessantes para elas e mostrarem um verdadeiro diferencial.

Os anúncios de 6 segundos, juntamente com mensagens curtas e de impacto, as quais podem – ou não – ser repetitivas, são os tipos de anúncios que foram testados por grandes empresas parceiras do Facebook. Eles apresentaram resultados satisfatórios para as estratégias digitais com Ads.

Como usar os vídeos curtos nas estratégias digitais?

Em primeiro lugar, saiba quais são os principais objetivos do seu negócio e entenda como os vídeos curtos podem ajudar a alcança-los. Quando a ideia é se apresentar para o mercado, por exemplo, é possível apostar em vários takes diferentes. Curtas e boas informações na legenda, como nos seis primeiros segundos  do case de Bullguer, o qual foi desenvolvido pela irmã mais nova da Bring Marketing House, a Bring Filmes.   

Outra possibilidade, a partir de um case feito pela nossa marketing house, é o Motion Graphics. Como estamos falando de vídeos curtos, é preciso pensar em um roteiro que caiba dentro dos padrões desse tipo de conteúdo. No entanto, os motions podem ser uma opção muito boa para as estratégias digitais. Eles contam com o diferencial da animação, do exclusivo e, claro, da economia de budget e tempo – algo que precisa de atenção quando falamos de vídeos curtos.

E aí, acha que os vídeos curtos podem ajudar o seu negócio a se destacar no ambiente digital? Então, comece a apostar nessa estratégia o quanto antes. Se precisar de um auxílio tanto para produzir como para fazer o conteúdo bombar dentro da web, conte com a nossa equipe de especialistas – em marketing digital e audiovisual!

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts relacionados