Anúncios: descubra quanto investir nas redes sociais

|

Para os profissionais de marketing que desejam apostar parte ou todo o orçamento das campanhas nas mídias digitais, sempre fica a dúvida: quanto investir nas redes sociais? Certamente, não existe uma receita ou uma porcentagem fixa que deve ser estipulada para se obter resultado. A quantidade de investimento necessária para se obter resultados em uma ou outra rede depende de vários fatores. Neste artigo, vamos apontar os principais. Acompanhe!

Por que investir nas redes sociais?

É fato que o número de usuários nas redes sociais vem crescendo, e muito. Aliás, você conhece alguém que ainda não se rendeu a criar um perfil em pelo menos uma rede social? Proporcionalmente ao crescimento no número de usuários, está a quantidade de horas gastas navegando nessas plataformas. Em outras palavras, mais de 30% do tempo que os usuários ficam conectados à internet, destina-se a essas mídias.

infografico-com-números-de-usuarios-e-horas-gastas-nas-redes-sociais

O que esses dados estão nos dizendo? É bastante provável que os seus clientes em potencial estejam em alguma rede social, seja Facebook, Instagram, TikTok, Linkedin, YouTube, etc. Então, a melhor forma de atingir esse público, é investindo em campanhas para estes canais. Já que o alcance das mídias traz a possibilidade da sua marca ultrapassar os limites geográficos do seu negócio ou loja física, além de apresentar a sua empresa para públicos antes não alcançados.

Em quais redes sua marca deve estar?

Muito além de uma escolha aleatória, essa decisão deve fazer parte do objetivo e do público-alvo da campanha. Mesmo porque, existem muitas redes, cada qual com seu perfil de usuário e finalidades de uso, como o Linkedin, que tem um viés corporativo, ou o YouTube, que aposta nos vídeos como formato único de conteúdo. Mas, separamos algumas dicas básicas para você entender por onde começar. Primeiramente, você deve entender:

Em qual rede, ou quais redes, o meu cliente em potencial está?

Após esse mapeamento das redes mais usadas pelo público-alvo da sua marca, deve-se definir quanto investir em cada canal. Mas antes, você já tem uma página? Já cria conteúdo de qualidade para ela? Esses são pontos pouco lembrados antes do investimento em anúncios, no entanto, que devem ter atenção. Já que, ao ser impactado por um post patrocinado, o usuário é levado para o seu perfil. É o momento em que ele terá o primeiro contato e a primeira impressão sobre a sua marca. Portanto, a sua página deixa claro qual é o seu modelo de negócio? Quais são os diferenciais do seu produto ou serviço? Apresenta reviews de outros clientes ou cases de sucesso para que esse prospect possa confiar na sua empresa?

Agora, se você já tem uma página alimentada periodicamente com conteúdo, perfeito! Contudo, antes de partir para a etapa que poderá te responder quanto investir em cada rede, vale uma análise dos seguidores do seu perfil. Eles condizem com o perfil do público-alvo que a marca pretende impactar? Se não, você deverá apostar em estratégias de campanhas que busquem atingir pessoas fora da sua página e atrair essa audiência para a sua rede.

Feito isso, agora sim, partimos para pergunta: quanto você deve investir nas redes sociais? A resposta, como dissemos no início desse artigo, depende de alguns fatores, iremos explicar os principais no tópico a seguir.

Os principais fatores que influenciam em quanto você deve investir nas redes sociais

1. Objetivo e metas

O primeiro fator que influencia no valor do investimento destinado às redes sociais são o objetivo e as metas da campanha. Tráfego, conversão, branding, engajamento… esses são alguns dos principais objetivos utilizados em estratégias de marketing nas redes sociais. Já quando falamos em metas, podemos citar alguns, como: converter dez leads por dia, receber cinco e-mails pedindo orçamento por semana, fazer 50 vendas por mês. Para cada um desses casos é necessário prever um esforço diferente na produção de conteúdo, por exemplo, além de uma configuração específica dos anúncios, o que também interfere no valor total aplicado. Por isso, tenha objetivos claros e metas possíveis de atingir, pois eles indicarão o sucesso ou o fracasso das campanhas.

2. Taxa de conversão

Outro fator que influencia no valor do budget é a taxa de conversão. Basicamente, ela é calculada dividindo o número de visitantes da página ou visualizações do anúncio pelo número de conversões. Por exemplo, para e-commerces, a taxa de conversão é o número de visitantes do site dividido pela quantidade de vendas finalizadas no site.

Infografico-explicando-os-custos-de-um-anuncioo
taxa-de-conversao-media-do-mercado-digital

3. Público

Outro fator que influencia o valor do investimento é o público, uma vez que é ele que determina diversas variáveis dos anúncios, como: rede onde será veiculado, perfil que a marca pretende atingir, área de atuação e horário de veiculação do anúncio, entre outras.

Quanto mais segmentado é o público configurado em um anúncio nas redes sociais, maior tende a ser o investimento aplicado para conseguir conversões. Se o público é bem abrangente, mais chances temos de conseguir converter, pois estamos entregando a oferta para mais gente, por conta disso, a campanha tem a tendência de custar menos.

4. A mídia

A formação do investimento em campanhas de marketing em redes sociais também deve levar em consideração as próprias mídias elencadas para fazer parte da estratégia. O Linkedin, por exemplo, tem fama de ser mais “caro” do que as redes de Mark Zuckerberg. Isso provavelmente acontece porque, como comentamos no tópico anterior, quanto mais detalhado é o público, maior tende a ser o investimento necessário para rodar a campanha. Por se tratar de uma rede profissional, o Linkedin oferece a oportunidade de segmentar o público dos anúncios a partir de atributos relacionados à ocupação do usuário, tais como: empresa em que trabalha ou já trabalhou, cargo, formação acadêmica, nível de experiência, competências profissionais, além dos dados geográficos, demográficos e de interesses que também são comuns em segmentações oferecidas por outras redes, como Facebook e Instagram.

Mas antes de sair riscando o Linkedin da sua lista, lembre-se que é muito importante fazer um estudo antes de tomar a decisão de onde aplicar o seu orçamento. Você pode até precisar investir um pouco mais para atacar um público mais específico, mas justamente por esse motivo, o seu retorno pode ser muito melhor. O Linkedin pode ser um excelente canal para incluir na sua estratégia de marketing digital, principalmente se o seu modelo de negócio for B2B.  

A Bring pode te ajudar a definir quanto investir nas redes sociais!

Em resumo, fica claro que as redes sociais devem fazer parte da sua estratégia de anúncios, seja ela qual for, devido à grande quantidade de usuários online diariamente. Agora, são necessários estudos, planejamentos e análises para entender em quais redes atuar e quanto investir em cada uma delas. A Bring Marketing House, além de estar à disposição para ajudar a sua empresa a encontrar estas respostas, também desenvolveu o eBook: Passo a passo para elaborar um orçamento de marketing. Nele, além de conteúdos como este para te ajudar na escolha do canal mais coerente e rentável para a sua marca, você descobre dicas valiosas para desenvolver o orçamento de marketing para 2021 e garantir a aprovação do budget com a diretoria. Baixe gratuitamente!

ebook-orcamento-de-marketing

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts relacionados