Anunciar no YouTube: entenda se essa estratégia vale a pena!

|

Já falamos neste blog sobre a boa performance que os vídeos podem trazer, mas, além disso, sua empresa pode optar também por anunciar no YouTube. De acordo com a Video Viewers, no Brasil, 95% dos usuários entrevistados assistem a vídeos. Quanto ao YouTube, sabemos que é a plataforma que lidera os rankings quando o assunto é vídeo. Bom, se você ainda não sabia, o YouTube faz parte do mesmo grupo do Google, então já era de se esperar, que o site de busca dê preferência em mostrar mais resultados do seu parceiro do que de outros sites.

Mas porque escolher anunciar no YouTube e não em outras redes sociais?

Na verdade, o que dirá como, porque e onde sua empresa deve fazer anúncios, é o seu objetivo de marketing. Entretanto, se você ainda tem dúvidas sobre qual objetivo irá escolher para a sua estratégia e quer saber mais sobre anunciar no YouTube, iremos te dar algumas dicas. Agora, se você já decidiu que irá anunciar no YouTube e quer saber como pode fazer isso, continue a leitura desse texto, pois na sequência tem um passo a passo de como criar o anúncio no Google Ads.

As vantagens de anunciar no YouTube

Bem como já mencionamos, os números do YouTube espantam. De acordo com uma pesquisa do Data Reportal para janeiro de 2020, a cada mês, 2 bilhões de usuários fazem login na plataforma e todos os dias, o total de horas em vídeos assistidos no YouTube chega a 1 bilhão. Os dados nos mostram que o tráfego da rede social é gigante, portanto, quanto maior o número de pessoas que acessam, maior a chance do seu anúncio – e consequentemente a sua empresa – ser visto.

Outro ponto positivo, principalmente em relação a outras redes sociais como o Facebook, é a possibilidade do seu vídeo aparecer nos mecanismos de busca. Afinal, vídeos postados, e até mesmo patrocinados, em outras redes sociais não entram no algoritmo de pesquisa do Google, e consequentemente, não irão aparecer nos resultados de pesquisas de buscas orgânicas. Vale lembrar também que, mesmo para vídeos, é importante aplicar as técnicas de SEO para aumentar ainda mais as chances de ter o seu vídeo mostrado nas buscas orgânicas.

Outra funcionalidade do YouTube, presente também em outras plataformas como o Facebook, é o teste AxB, que permite testar dois ou mais anúncios para entender melhor quais são as preferências do público que você deseja atingir com o seu anúncio.

O YouTube também ganha de outras redes sociais quando o quesito é a responsividade. Os vídeos da plataforma são adaptáveis para diferentes tamanhos de tela e inclui, ainda, a funcionalidade de assistir vídeos diretamente pelo WhatsApp sem precisar sair do aplicativo.

Os tipos de anúncio no YouTube

Engana-se quem acha que precisa ter um vídeo para anunciar no YouTube. Existem vários tipos de anúncios, e nem todos eles são atrelados a produções visuais.

1. TrueView In-Stream

anunciar-no-youtube-trueview-in-stream

Formato clássico – e que certamente você já deve ter visto entre um play e outro. São aqueles vídeos curtos que aparecem antes, durante ou depois do vídeo a que você está assistindo. Nesse tipo de anúncio, o usuário pode pular o vídeo depois dos primeiros cinco segundos. Para as empresas que desejam investir nesse tipo de anúncio, é importante saber que o seu vídeo deve ser curto, entre 5 e 30 segundos e precisa captar a atenção de quem está assistindo, para que o espectador não pule antes que os primeiros cinco (e fatais) segundos acabem.

2. Bumper Ads

Esses são aqueles anúncios com os quais, com toda a certeza, você já se irritou alguma vez na vida. Em contrapartida ao TrueView In-Stream que falamos acima, no Bumper Ads não há a opção de pular, isto é, o usuário precisa ver o anúncio até o fim para assistir o vídeo que escolheu na sequência. Se você acha que esse é o formato perfeito para prender a atenção do seu público, deve-se lembrar que o seu conteúdo deve realmente ser relevante, ou inesperadamente, o feitiço pode virar contra o feiticeiro.

3. TrueView Video Discovery

anunciar-no-youtube-trueview-video-discovery

Nesse tipo de anúncio, seu vídeo aparece em formato miniatura, do lado direito da tela, junto com os vídeos relacionados de acordo com a busca que foi feita. Os resultados são mostrados através de uma palavra-chave. Como o anúncio está entre as sugestões, ele depende do clique do usuário para ser exibido, ao contrário dos exemplos que falamos anteriormente. A boa estratégia desse anúncio é que ele não precisa ser um vídeo curto, como as opções citadas acima, essa é a opção perfeita para sua empresa apresentar como ela pode ajudar um possível lead. E claro, para todo e qualquer tipo de conteúdo, é imprescindível pensar em palavras-chave relacionadas ao seu negócio e que poderão fazer parte da busca do seu público, além de aplicar a estratégia de SEO para fisgar o usuário tanto no anúncio quanto nas buscas orgânicas.

4. Anúncio de Sobreposição

anunciar-no-youtube-sobreposicao

Agora, se você não tem um vídeo e não pretende investir em um, apresentamos a opção ideal: o anúncio de sobreposição. O formato é um box de texto, localizado na parte inferior do vídeo. Esse tipo de anúncio é bastante usado para a estratégia que busca cliques, e deve ser criado com frases curtas e diretas para chamar a atenção do público.

5. Anúncio Gráfico ou Banner

anunciar-no-youtube-grafico-ou-banner

São os anúncios que aparecem no lado superior à direita do vídeo, como um banner da rede de display. Devido ao formato, são mostrados apenas para os usuários que acessam o YouTube em computadores e notebooks.

Quanto ao tipo de cobrança, qual devo escolher?

O YouTube conta com dois tipos de cobrança: CPV e CPC, ou Custo Por Visualização e Custo Por Clique. A decisão entre escolher uma ou outra também deve fazer parte do planejamento do anúncio, aliado ao objetivo de marketing que foi definido na sua estratégia. Isto é, se a sua ideia for levar o seu público para um site ou e-commerce, é ideal pensar em cliques. No entanto, se a sua estratégia for ter o maior número de visualizações no seu vídeo, o que fará mais sentido é optar pela cobrança por visualizações. Saiba também que o YouTube não cobra por campanha e sim por ações, ou seja, cliques ou visualizações.

Agora que você já conhece todas as vantagens de anunciar no YouTube, incluindo os tipos de anúncios, podemos colocar a mão na massa! Fizemos um passo a passo bem simples para a criação de um anúncio na plataforma, mas se você preferir ter ao seu lado uma Marketing House para cuidar da estratégia da sua empresa, conte com a gente!

Como criar um anúncio no Google Ads para YouTube?

Passo 1: Crie um canal no YouTube

Para criar um canal no YouTube, você precisa abrir uma conta na rede social ou usar a sua conta do Google. Criada a conta, faça a configuração do seu canal SEM PRESSA! Pense em tudo que você pode incluir lá, inclusive palavras-chave que remetem à sua marca e que poderão guiar o público para a sua empresa. Principalmente, se você tem um site ou e-commerce, é legal inserir o link no canal. 

Passo 2: Faça o upload do vídeo no YouTube

Se você optar por anúncio no formato de vídeo, este precisa estar no YouTube, por isso, faça o upload do arquivo na plataforma. Inclua palavras-chave que remetam ao seu negócio para que o seu vídeo seja ranqueado também nas buscas orgânicas. Além das palavras-chave, o vídeo também deve ter título, descrição e thumbnail. Aproveite os campos para inserir o máximo de informação que você puder sobre a sua empresa. Sem dúvida, use e abuse do SEO!

Passo 3: Vincule seu canal no YouTube com a conta do Google Ads

É sempre bom lembrar que Google é diferente de Google Ads, por isso, não confunda. Nesse sentido, você deve vincular o canal do YouTube da sua empresa com a conta do Google Ads, plataforma onde são feitos os anúncios. Esse tutorial do Google pode ajudar.

Passo 4: Defina sua estratégia de acordo com o objetivo de marketing

Em seguida, escolha uma estratégia, que faça sentido para a sua campanha: CPC ou CPV. De fato, aqui também será definido o tipo de cobrança.

Passo 5: Estabeleça a quantidade do seu investimento

No Youtube Ads, é possível criar ofertas personalizadas para um mesmo grupo de anúncios, assim, você não precisa usar o total do seu investimento em um único anúncio, por exemplo.

Passo 6: Segmente seu público

Assim como outras plataformas de anúncios, no YouTube Ads é possível segmentar o público de diversas formas: por temas, interesses, frases de busca e outros.

7: Escolha para onde o seu público será direcionado

Esse passo se aplica se acaso a estratégia escolhida for cliques. Escolha para onde levar o lead, se para um vídeo, um site, um e-commerce ou qualquer outro link de preferência.

Em resumo, os dados que apresentamos nesse texto, mostram que o número de usuários no YouTube, famintos por conteúdo, é alto. Se esse tipo de anúncio vale ou não a pena para a estratégia da sua empresa, somente um diagnóstico atento e preciso poderá responder. A Bring Marketing House é a opção ideal para ajudar a sua empresa a encontrar esse tipo de resposta. Conte com a gente!

Se você ainda ficou com dúvidas sobre os anúncios no YouTube, que tal nos deixar um comentário? Será um prazer te responder 😊

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts relacionados