Como regular a mira da sua estratégia de marketing com a pesquisa de mercado?

|

No planejamento de marketing, obter êxito ao final do projeto é o que todos os profissionais da área almejam e, para isso, a pesquisa de mercado pode ser um facilitador para acertar a mira. Com a velocidade do mercado, não há mais espaço para tentativas, já que a ordem é: “Preparar, apontar, fogo!” Mas, antes de tomar qualquer decisão do que deve ser feito, é necessário definir bem o objetivo, traçar as metas e elaborar um plano de ação seguro.

Por isso, a dica para “preparar o terreno” antes de partir para a ação é investir em pesquisas de mercado. Essa simples atitude inspira maior segurança para os profissionais de marketing tomarem decisões importantes e promete trazer mais assertividade nas estratégias. Enfim, é exatamente esse assunto que iremos abordar nesse texto. Quer entender como as pesquisas de mercado podem te indicar o caminho certo até o pote de ouro? Continue a leitura!

Pesquisa de mercado x pesquisa de marketing

Antes de mais nada, muitos profissionais ficam em dúvida sobre a diferença entre pesquisa de mercado e pesquisa de marketing. Apesar dos termos soarem bastante parecidos, existe uma pequena diferença sob o ponto de vista entre eles. A pesquisa de marketing tem como foco a competitividade da companhia dentro de um segmento, ou seja, compara o preço de seu produto com a concorrência, por exemplo. Enquanto, a pesquisa de mercado leva em consideração a opinião do consumidor. Só para exemplificar, uma análise de mercado sempre é uma pesquisa de marketing, mas o contrário nem sempre acontece.

Por que devo usar a pesquisa de mercado na minha estratégia?

Com budgets cada vez mais reduzidos e expectativas lá no alto, o departamento de marketing precisa saber muito bem onde está pisando antes de dar cada passo. Principalmente se o plano de voo envolver manobras inéditas, ou seja, produtos e ações nunca antes testados pela empresa. Uma estratégia de marketing bem resolvida pode direcionar os rumos de atuação de toda a companhia, desde o desenvolvimento de produtos até o relacionamento da marca com o público. Para isso, além de traçar um plano certeiro, também é preciso fazer tudo caber no orçamento, o que torna o desafio ainda maior para os profissionais da área, pois qualquer pequeno erro no planejamento pode representar perdas significativas para a empresa.

Também é importante saber que uma análise de mercado pode contribuir com insights valiosos para melhoria dos processos. Ademais, as informações coletadas serão exclusivas e irão muito além dos dados que as empresas estão acostumadas a usar, como os relatórios de performance das redes sociais e Analytics.

As vantagens da pesquisa de mercado

Certamente, existem muitos benefícios para as empresas que escolhem incluir essa ferramenta na estratégia de marketing. O maior deles – já mencionamos acima – é ter mais segurança na tomada de decisão, além de poder mapear um caminho certeiro para o sucesso da estratégia, o que implica em economia de tempo e dinheiro. Veja quais outras vantagens a pesquisa de mercado pode levar para a sua empresa:

  • Acesso a informações valiosas
  • Identificação de tendências
  • Geração de Leads
  • Análise da concorrência
  • Apoio ao time vendas

Além disso, você também pode compartilhar os dados obtidos com a sua pesquisa e, como resultado, aumentar a geração de valor e a autoridade da sua marca no mercado.

Passo a passo para uma pesquisa de mercado de sucesso

Não importa o porte da sua empresa ou o tamanho da sua base de dados, elaborar uma pesquisa de mercado não é um processo “pá-pum”, uma vez que existem várias etapas, desde o planejamento da análise até a divulgação dos resultados. Por isso, muitas companhias contam com empresas especializadas em pesquisas de mercado ou agências de marketing, como a Bring Marketing House para auxiliar nesse processo. De qualquer forma, é importante entender quais são as etapas necessárias para poder acompanhar o andamento do projeto.

1 – Definição do objetivo

É praticamente impossível definir um caminho sem ter um ponto de chegada. Além do mais, fica muito mais fácil desenhar sua pesquisa, se antes, for traçado quais dados devem ser coletados e por quê. Um outro ponto, principalmente para as instituições que pretendem divulgar os resultados, é pensar em focos interessantes para o mercado ou, quem sabe, até inéditos.

2 – Estabeleça o público

Qualquer tipo de pesquisa fica inviável se não houver quórum suficiente para responder. Então, pense para quem e onde sua análise será divulgada. É importante direcionar a pesquisa para um público condizente a ela, porém não vale escolher apenas os clientes que irão falar bem da sua marca. Como também não faz sentido enviar uma pesquisa sobre o hábito de jogar videogame diariamente só para mulheres de 40 a 50 anos. Outro ponto importante é pensar em atrativos para que o seu público tenha interesse em participar da pesquisa, como oferta de descontos ou brindes para os respondentes.

3 – Desenvolva o questionário

Talvez esse seja o ponto de maior atenção, já que o questionário deve traduzir, em perguntas, os dados que deverão ser coletados, por isso, o arquivo não pode ser muito sucinto, ou você perderá a chance de coletar uma boa quantidade de informações. Por outro lado, o questionário também não pode ser muito longo, ou as pessoas terão preguiça de responder. A linguagem das perguntas deve ser clara e condizente com o público que você definiu. Para que não haja chances para erros, valide e colete o feedback do questionário com um grupo de pessoas antes de divulgá-la.

4 – Divulgue

Tudo pronto? É hora de divulgar! Divulgue o seu questionário em meios onde o seu público pode ser encontrado, como e-mails marketing, redes sociais, grupos e blogs e, não se limite a um único disparo. No entanto, use do bom senso, nada de lotar a caixa de ninguém, ou o único dado que você irá coletar é a antipatia das pessoas pela sua marca. É legal também fazer parcerias com outras empresas para aumentar ainda mais o alcance da divulgação.

5 – Analise os dados

Agora é a hora de comparar respostas, analisar percentuais e construir resultados! Primeiramente, deve-se organizar os dados coletados.  Em segundo lugar, os dados invalidados, como respostas desconexas e dados discrepantes, devem ser retirados. Depois disso, vem a análise de todo o material coletado, ou seja, é nesse passo que há muito trabalho a se fazer.

6 – Crie um formato para apresentação dos dados

Mesmo que a sua empresa não queira divulgar a pesquisa de mercado, é importante planejar um formato que facilite a visualização dos resultados. Com os dados organizados, ficará fácil encaixar as informações relevantes em gráficos, tabelas e infográficos, os quais servirão de base para a ideação, criação ou validação das suas ações e campanhas de marketing.

Agora, se você não tem braços suficientes em sua equipe para pensar na estratégia, pretende estruturar uma pesquisa de mercado ou procura um parceiro para somar nas atividades relacionadas ao marketing, nós podemos te ajudar! Além de fazer um diagnóstico que irá apontar os pontos que necessitam de melhoria. Nossa equipe pode idealizar, em conjunto com o seu time, um caminho para obter sucesso na estratégia de marketing. Sendo necessário coletar dados do mercado com uma pesquisa para aumentar ainda mais a assertividade do projeto, nós também estamos aptos para pôr em prática todos os passos citados acima, e muito mais! Então, sua empresa precisa de uma ajudinha extra para executar uma ideia? A Bring Marketing House pode ajudar!

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts relacionados