TOP 10 erros de técnicas de SEO para você parar de cometer já!

|

Search Engine Optimization, ou em português otimização para mecanismos de busca, nada mais é do que um compilado de técnicas de SEO que ajudam a ranquear um site e suas páginas nos buscadores. Quando bem alinhado com o Marketing de Conteúdo, por exemplo, existe a possibilidade dos conteúdos da sua empresa conquistaram as primeiras páginas e, consequentemente, alcançar novos clientes, realizar novas vendas e muito mais. No entanto, existem alguns erros bem comuns de SEO, os quais atrapalham a performance e podem prejudicar as estratégias pensadas para um negócio deslanchar na internet. Mas calma, se você ainda não sabe quais erros são esses e quer evitá-los, ou então, deseja consertá-los na sua estratégia, continue a leitura para saber mais.

Conheça os TOP 10 erros em técnicas de SEO

Os erros mais cometidos no momento de realizar o SEO podem ir desde a criação dos conteúdos até questões mais técnicas, como a velocidade de carregamento de uma página ou uma experiência mobile ruim. Por isso, listamos aqui 10 erros bem comuns na hora de colocar as técnicas de SEO em prática. A intenção é ajudar você a descobrir se está cometendo algum deles. Agora se você é novo no universo de SEO, vamos te guiar para o caminho certo desta estratégia. Confira!

1. Conteúdo de baixa qualidade

É muito importante pensar e produzir conteúdos que sejam relevantes para os leitores, além disso, é fundamental que eles tenham veracidade e a real intenção de informar ou até mesmo de educar o público. Os buscadores conseguem identificar a diferença entre um conteúdo repetitivo, com informações insuficientes e que não atraem os usuários. Por isso, lembre-se sempre de promover uma comunicação rica em informações.

A seguir, listamos três exemplos de conteúdos considerados de baixa qualidade:

2- Uso de palavra-chave em excesso

Quem é do marketing digital e já conhece as técnicas de SEO sabe que as palavras-chave são fundamentais para ranquear um conteúdo. No passado, o Google, maior buscador de todos os tempos, considerava os conteúdos que faziam mais uso da palavra-chave durante o texto. Hoje em dia, essa prática é como um spam dentro da web pelos buscadores, além de deixar o conteúdo extremamente repetitivo e cansativo. Por isso, é muito importante lembrar de manter uma linguagem mais natural e fluída possível. Nesse caso, o uso de sinônimos é bem-vindo.

3- Não planejar as palavras-chave

Da mesma forma que o uso em excesso de palavras-chave pode prejudicar o desempenho de um conteúdo, quando elas não são planejadas, também podem causar danos para os textos. O planejamento nada mais é do que compreender quais são os termos que mais fazem parte das pesquisas dos seus clientes e prospects, de modo que consigam encontrar o que a sua empresa tem para oferecer. Existem algumas ferramentas de planejamento, como o Google Keyword Planner, o SEMrush, que mostram a competividade dos termos, o volume de busca, entre outras questões e podem ajudar neste processo. Vale a pena apostar nesse tipo de suporte.

4- Links quebrados

São as URLs que não existem, mas que aparecem dentro do seu site. Exemplificando, são as páginas de erro 404. Então, em caso de erro, sendo esse o caminho que os robôs de busca seguem para identificar as páginas, ela deixa de indexar nos resultados de buscadores, diminuindo a autoridade do site. Além disso, contam com uma péssima reputação na internet de modo geral. Os links quebrados também são os responsáveis pela frustração dos usuários, que podem não voltar mais para o seu site. Para descobrir de forma fácil quais são essas páginas, é possível usar o Google Search Console ou o Ubersuggest, ferramentas que fazem uma varredura no seu site e apontam os principais erros que precisam ser corrigidos, inclusive as páginas 404. Portanto, fique sempre de olho nas URLs.

5- Experiência ruim no mobile

É muito importante considerar também os dispositivos móveis na hora de aplicar o SEO. A maioria das buscas acontecem por celulares e também porque o Google já anunciou a indexação de resultados que tenham as melhores experiências para mobile. Dessa forma, é fundamental que o seu site tenha uma versão responsiva e de fácil navegação.

6- Imagens

Quando falamos a respeito de imagens nas técnicas de SEO, para não errar é preciso lembrar de três pontos principais:

7- Velocidade do site

Os sites com páginas que carregam rápido são supervalorizados pelos mecanismos de busca, isso porque o usuário consegue ter uma boa experiência de uso dentro delas. Mas esquecer desse detalhe é um erro muito comum. Por isso, atenção também à velocidade de carregamento do site. O Google lançou o PageSpeed Insights, uma ferramenta que ajuda os desenvolvedores no entendimento de quais melhorias podem ser feitas para promover maior rapidez de carregamento.

8- URLs muito longas e confusas

É preciso muita atenção na criação de URLs. É bem comum encontrarmos números e códigos ao invés de palavras. Além de ser confuso para os usuários que estão procurando por um conteúdo, também atrapalham o desempenho dos bots de busca. Fora isso, as URLs que contam com frases muito longas não são as melhores amigas do ranqueamento. Lembre-se de apostar em termos curtos, sucintos e, claro, usar a palavra-chave.

9- Title Tag

Esse é um dos principais elementos considerados pelo Google na hora de posicionar uma página. Por isso, é preciso dar atenção especial para a Title Tag. Existem diversos sites internet a fora com o mesmo título para diversas páginas, uma ação errônea, já que indica a duplicidade de conteúdo. Por isso, atenção para essa característica das técnicas de SEO. Coloque a palavra-chave e não ultrapasse o limite de 65 caracteres. Lembrando que as chances de sucesso são maiores com uma Title Tag inteligente.

10- Redes Sociais

Por último, mas não menos importante, as redes sociais também são fundamentais para performar um conteúdo otimizado para os mecanismos de busca. Apesar de ainda ser uma discussão se o Google usa ou não os resultados obtidos via redes sociais, o fato é que, quando um bom conteúdo chega até um grande influenciador, ou em sites e portais relevantes, as chances de obter bons links externos aumentam – e muito! Com uma exposição maior, as buscas orgânicas pela empresa e pelos serviços oferecidos tendem a crescer. Isso mostra a relevância do trabalho e promove um posicionamento positivo para o site.

Conseguiu detectar nos seus conteúdos os erros de SEO? Então, salve essas dicas, aplique-as e se prepare para a mudança de estratégia que vai trazer mais leads e, consequentemente, mais resultados positivos para o seu negócio. Quer receber mais dicas de erros e acertos em relação a estratégias digitais? Então, assine nossa Newsletter e não perca as novidades em primeira mão!

Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts relacionados