Como funciona o marketing de conteúdo

|

O marketing de conteúdo é uma ferramenta poderosa para a estratégia digital da empresa, capaz de atrair clientes, estreitar relacionamentos, educar, encantar e fidelizar o público, servindo de apoio para o time de vendas e fazendo a autoridade da marca crescer.

Um dos motivos que torna essa estratégia de marketing tão impactante é a sua acessibilidade, pois ela pode ser aplicada para todos os tamanhos e modelos de negócios. Além disso, o marketing de conteúdo pode trazer resultados expressivamente positivos tanto nas estratégias de marketing B2C como no marketing B2B. Neste artigo, vamos falar sobre como essa poderosa técnica de marketing funciona na prática e como sua empresa deve se preparar para utilizá-la.

Afinal, o que é marketing de conteúdo?

É uma estratégia de marketing digital que objetiva criar e divulgar conteúdos relevantes a fim de auxiliar os consumidores na jornada de compra. O marketing de conteúdo é aplicado com o objetivo de informar, educar ou entreter os consumidores atuais e atrair outros clientes potenciais, guiando-os durante todo o processo de consumo, desde o reconhecimento do problema e a identificação da oportunidade até a tomada de decisão da compra.

Além de servir de apoio para a estratégia comercial da empresa, possibilitando o aumento das vendas, o marketing de conteúdo amplia a visibilidade da marca no ambiente online, uma vez que, a medida que o volume de conteúdos publicados aumenta, cresce também o número de pontos de contato com os públicos de interesse, o que resulta no aumento de mindshare, ou seja, do reconhecimento ou da popularidade da marca perante sua audiência.

Conhecer bem com quem você vai se comunicar é fundamental para conseguir executar um marketing de conteúdo eficaz. Com isso, criar uma persona é um dos passos mais importantes para iniciar esse processo.

Buyer Persona

Definida conforme características e dados reais sobre o comportamento do público-alvo, a persona é uma representação fictícia do cliente ideal. Além do nome e características demográficas, a buyer persona deve apresentar, também, uma história contendo sua trajetória pessoal, objetivos, desafios, motivações.

É importante esclarecer que persona e público-alvo não são a mesma coisa. Veja exemplos, portanto, para entender a diferença entre esses dois conceitos:

Público-alvo: Homens entre 30 e 40 anos, solteiros, engenheiros, com renda média mensal de R$5.000,00. Gostam de futebol, carros e almejam evoluir na carreira profissional. 

Persona: João Paulo tem 33 anos, é engenheiro civil e trabalha na construtora Alfa há 9 anos. Começou sua trajetória profissional na Alfa como estagiário aos 24 anos e hoje atua como coordenador da equipe de obras. É solteiro e está de passagens compradas para uma Eurotrip com seus amigos no final do ano, onde pretende alugar um carro para fazer o passeio. A sua próxima viagem programada será o Catar para assistir aos jogos Copa do Mundo em 2022.

Ficou clara a diferença? O público-alvo é apenas uma descrição de uma grande amostragem de pessoas que podem se interessar por seus produtos ou serviços. Já a buyer persona é uma representação mais personalizada e humanizada do cliente ideal. É com essa persona que a sua marca deve se comunicar através do marketing de conteúdo.

Além disso, também é preciso pensar na jornada de compra, etapas pelas quais os leads vão passar até o momento de decisão de compra. Dessa forma, será possível interpretar as necessidades e dificuldades dos potenciais clientes nos diferentes estágios e definir os conteúdos e canais adequados para melhor guiá-los durante esse percurso. 

Jornada de Compra

Esse trajeto vai conduzir seu potencial cliente por etapas que o ajudarão em sua tomada de decisão, na jornada de compra encontramos os seguintes estágios:

1º Aprendizado e descoberta

No princípio, o consumidor ainda não sabe que precisa resolver algum problema específico. É preciso atrair sua atenção e ajudá-lo a descobrir suas necessidades.  

2º Reconhecimento do problema

Nesse momento, o consumidor reconhece uma necessidade que tinha e, até então, não sabia. A partir disso ele começa a buscar maneiras para resolver o problema.

3º Consideração da solução

Após pesquisar e mapear algumas opções, o consumidor começa a avaliá-las. Portanto, é nesse estágio que ele precisa identificar o seu produto ou serviço como uma solução.   

4º Decisão de compra

Este é o momento da compra. A partir da análise dos seus diferenciais, o consumidor precisa interpretar que o seu produto ou serviço é a escolha certa.

Para garantir que o lead consiga evoluir até o final do processo, é imprescindível conhecer as 4 etapas anteriores e, por fim, executar uma produção equilibrada de conteúdos apropriados para cada fase da jornada. Além de planejar a mensagem e o formato, também é importante definir quais são os meios mais adequados para entregar esse conteúdo para o público-alvo.

O que é preciso para implementar essa estratégia?

O marketing de conteúdo é uma excelente ferramenta para alavancar as vendas e aumentar a visibilidade de marca. Porém, de nada adianta ter uma máquina poderosa se não souber operá-la. Então, preparamos algumas dicas para você entender o que é preciso para implementar essa estratégia:

  • Determine, de forma clara, os objetivos e metas para que seja possível acompanhar e mensurar resultados;
  • Defina as buyer personas do seu negócio;
  • Mapeie a jornada de compra de seu produto ou serviço;
  • Estabeleça processos internos para conseguir atender à demanda, como SAC e gestão dos leads;
  • Adeque a estrutura e o fluxo do seu site ou blog para se adaptar à estratégia;
  • Estabeleça um orçamento para investir nas campanhas, como anúncios patrocinados nas redes sociais e divulgação de landing pages (páginas de capturas);
  • Mantenha o equilíbrio na produção e divulgação dos conteúdos.

 Mensuração e resultados

Por fim, mas não menos importante, acompanhe os resultados! Um dos melhores benefícios do Marketing Digital é a possibilidade de mensurar dados. Faça um acompanhamento ativo e ajuste, sempre que necessário, sua estratégia para otimizar os resultados. Para isso, é crucial ter muito claro quais são os objetivos almejados com suas campanhas online. Precisa de uma ajudinha para começar? Conte com a Bring Marketing House como parceira para tirar seus projetos de marketing do papel! Fale com a gente!

Posts relacionados